O quadro eleitoral até agora

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 08:34


unnamedlp

O desejo de mudanças, que eclodiu nas manifestações de rua de junho do ano passado, se mostra uma tendência nas eleições para os governos estaduais.

Na maior parte das unidades da Federação, os partidos que elegeram governantes em 2010 estão sendo derrotados no pleito deste ano, baseado nas pesquisas recentemente divulgadas.

Isso ocorre mesmo nos casos em que o atual governador já se reelegeu, mas dificilmente conseguirá emplacar um sucessor.

Curiosamente, a disputa deste ano pode ver o sepultamento de uma dinastia e o renascimento de um movimento político ligado a um clã que se imaginava extinto.

No Maranhão, após o término do segundo mandato de Roseana — e a desistência dela em concorrer ao Senado —, o clã Sarney parece estar com os dias contados.

Escolhido como sucessor, o peemedebista Edison Lobão Filho está bem atrás de Flávio Dino (PCdoB), que, se eleito, deve pôr um fim a uma hegemonia quase ininterrupta de mais de 50 anos, exceção feita a 2006, quando o pedetista Jackson Lago elegeu-se governador, mas foi cassado em 2009.

Deu no Correio Braziliense


A corrida presidencial, segundo o Datafolha

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 07:17


unnamedcp4


Forte também na pesquisa espontânea

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 07:08


A consolidação da candidatura da ex-ministra Marina Silva (PSB) fica evidente quando a pesquisa do Datafolha formulou a pergunta espontânea.

Nesse tipo de apuração, em que o entrevistador pergunta pelo voto do eleitor sem mostrar a lista de candidatos, as intenções em Marina subiram de 5% para 22%.

Já com a presidente Dilma Rousseff (PT), o avanço foi de 24% para 27%.

“É uma disparada tão importante quanto a da pesquisa estimulada e que mostra um voto mais cristalizado. O eleitor já tem Marina na ponta da língua”. afirma Paulino a seguir ao repórter especial Fernando Canzian.

Na pesquisa estimulada, Dilma Rousseff e Marina estão numericamente empatadas na simulação de primeiro turno da eleição presidencial.

Cada uma tem 34% das intenções de voto.

Deu na Folha de São Paulo

 


As manchetes do sábado

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 06:51


O Globo
PIB cai 0,6% no 2º trimestre e Brasil enfrenta recessão

Folha de São Paulo
Marina cresce e empata com Dilma

O Estado de São Paulo
Marina empata com Dilma no 1º turno, diz pesquisa

Correio Braziliense
2014 o ano perdido


O cio da opinião pública

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 06:29


A opinião pública também entra no cio.

Fecundar na hora certa é a regra.

Parece que Marina Silva chegou na fase fértil do eleitor.


Marketing moribundo

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 06:06


Marina Silva fez somente dois ou três programas de TV.

Com o um tempo nanico.

E já empatou com a Presidente Dilma Roussef e se afastou do tucano Aécio Neves, segundo o Datafolha de ontem.

Dilma e Aécio tem tempos enormes de TV e rádio.

O furacão Marina demonstra que o marketing político atual está moribundo.

Envelheceu na forma e no conteúdo.

Deverá ser profundamente repensado.


Agenda de Henrique para sábado e domingo

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 05:54


Agenda do candidato Henrique Alves para os dias 30 e 31 de agosto:

Sábado (30)

07h – Visita a feira de Ceará-Mirim, com o ex-governador Geraldo Melo e Ednólia Melo

12h30 – Visita a Carnaubais

14h30 – Visita a Itajá

15h30 – Visita a Ipanguaçu

16h30 – Visita a Alto do Rodrigues

18h – Visita a Pendências

19h – Visita a Macau

Domingo (31)

10h – Grande carreata na Zona Norte, partindo do cruzamento da avenida João Medeiros Filho com a avenida Paulistana


Lula tenta salvar candidatos do PT

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 05:50


Mesmo com o apoio efetivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, maior estrela do PT, o candidato petista ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, não consegue crescer.

Continua encolhido nos 5% de acordo com pesquisas recentes de intenções de voto.

Na tarde de ontem, Lula tentou mais uma vez dar um “empurrãozinho” no candidato.

O local escolhido estrategicamente foi a cidade de São José dos Campos, Vale do Paraíba, berço político do governador e candidato à reeleição pelo PSDB, Geraldo Alckmin, que lidera com folga.

Sempre acionado para “salvar” a eleição nos estados, a missão de Lula torna-se cada vez mais difícil.

O PT enfrenta grandes dificuldades para eleger Gleisi Hoffmann, no Paraná; Rui Costa, na Bahia; Tarso Genro, no Rio Grande do Sul; e Lindbergh Farias, no Rio de Janeiro.

Deu no Correio Braziliense


Marina empata agora com Dilma e venceria no segundo turno

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 05:12


Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira pelo “Jornal Nacional”, da TV Globo, reforça o avanço da candidata Marina Silva (PSB) na disputa eleitoral, já identificado no levantamento do Ibope no início da semana.

Segundo os novos dados, Dilma (PT) e Marina (PSB) estão empatadas com 34% das intenções de voto cada. Já o tucano Aécio Neves (PSDB) aparece com 15%.

A candidata do PSB à Presidência da República, 19 pontos à frente de Aécio no primeiro turno, teria ainda 10 pontos de vantagem contra Dilma em um eventual segundo turno.

Marina cresceu 13 pontos em relação ao último levantamento do Datafolha, divulgado no dia 13 de agosto. Antes, a candidata do PSB tinha 21%, Dilma 36% e Aécio 20%.

Na última pesquisa, brancos e nulos somavam 8% (agora são 7%). Indecisos eram 9% dos entrevistados (agora são 7%).

O Datafolha também simulou dois cenários para um possível segundo turno. Na disputa Dilma X Marina, a candidata do PSB aparece com 50% das intenções de voto, contra 40% de Dilma.

Brancos e nulos somam 7%, e indecisos 3%. No levantamento anterior, Marina tinha 47%, contra 43% da petista.

Deu em O Globo


Henrique e Wilma percorrem o Mato Grande

Em por Ricardo Rosado
Atualizado em 30 de agosto às 04:46


unnamedmg unnamedmg1 unnamedmg2 unnamedmg3A Caravana da Mudança que percorreu oito municípios na região do Mato Grande, nesta sexta-feira (29), comprovou o crescimento da campanha dos candidatos ao Governo do Estado, Henrique Alves (PMDB), e Wilma de Faria (PSB).

Ambos lideram a mais recente pesquisa realizada pelo Ibope.

Iniciada pela manhã no município de Taipu, a mobilização passou por Poço Branco, Bento Fernandes, São Bento do Norte, Caiçara do Norte, Pedra Grande, Parazinho e encerrou com uma grande carreata, seguida de um comício no final da noite, em Jandaíra.

“As pesquisas dizem que os municípios do Mato Grande nos darão uma grande vitória. Essa caravana vai mostrar nossa força na região”, afirmou Henrique, ao chegar em Taipu, onde foi recebido pelo presidente do PMDB local, Afrânio Miranda.

Em Poço Branco, os candidatos percorreram a cidade em carro aberto e discursaram em dois comícios.

Primeiro, com o ex-prefeito Fernando Cândido, do PROS. Depois, sob o comando do ex-prefeito Waldemar de Gois.

“Não tenho dúvida que Henrique será o melhor governador do Rio Grande do Norte”, disse.

Outro ex-prefeito, João Cruz, acompanhou o comício.

A caravana seguiu pelo município de Bento Fernandes, onde o prefeito Ivanaldo Fernandes (PROS), apesar do sol forte, comandou um comício no centro.

“Com Henrique no governo e Wilma no Senado, não tenham dúvida que vamos pode fazer muito mais por nosso município”, apostou.

Para Wilma, que também vislumbra uma vitória maiúscula na região do Mato Grande, a campanha está “esquentando” e as mobilizações da coligação União Pela Mudança revelam o crescimento da campanha no caminho da vitória. “Teremos uma bela vitória aqui no Mato Grande e em todo o estado.”

O ministro Garibaldi Filho (PMDB) também acompanhou a caravana e fez questão de pedir o voto para os candidatos da coligação União Pela Mudança.

“Só há um político hoje capaz de reverter a situação do Rio Grande do Norte, melhorando a segurança, a saúde, a educação e várias outras áreas com problemas. Ele é Henrique Eduardo Alves.”

Fonte e fotos: Assessoria