Alecrim perde para o ABC: 1 a 0

Em por Danilo Sá
Atualizado em 22 de fevereiro às 13:29


Jogando no Nazarenão, em Goianinha, por problemas de liberação do Estádio Ninho do Periquito, o Alecrim foi derrotado por 1 a 0 no clássico diante do ABC, neste sábado (21), gol de Kayke.

Segundo o técnico Anthoni Santoro, a equipe fez um bom primeiro tempo e poderia ter ido para o intervalo na frente, mas sofreu com perdas de atletas e acabou vendo o adversário abrir o placar, apesar da boa atuação da zaga. O treinador ainda pontuou a necessidade de ser mais agressivo ofensivamente.

– Fizemos uma boa partida, com um primeiro tempo de igual para igual. Logo aos trinta segundos, o Quirino colocou uma bola na trave. Defensivamente fizemos uma partida boa, enquanto ofensivamente não fomos mal, mas podemos melhorar. Precisamos de mais agressividade. Tivemos chances reais de gol, mas não conseguimos o empate. Futebol é bola no gol e, independente de ter jogado uma partida boa ou não, perdemos. O foco agora é na próxima partida contra o Baraúnas – disse.

O Alecrim foi a campo com: Fabiano; Emerson, Geilson, Olávio; Léo Arantes, Arez, Vitor Hugo (Rodrigo Da Lua), Felipe Moreira e Diego Maia; Yguinho (Dieguinho) e Quirino (Douglas). Técnico: Anthoni Santoro


Ninho do Periquito está sem laudos e Alecrim enfrentará ABC em Goianinha

Em por Danilo Sá
Atualizado em 19 de fevereiro às 19:52


Lamentável. Esta é a única palavra capaz de descrever a “perda” de mando de campo do Alecrim justamente no jogo mais importante da temporada até aqui, o clássico contra o ABC no próximo sábado (21). Segundo a Federação Norte-riograndense de Futebol, o Ninho do Periquito está com os laudos exigidos pelo Estatuto do Torcedor vencidos. Com isso, o jogo está remarcado para o estádio Nazarenão, em Goianinha.

Por meio de sua página pessoal no Facebook, o diretor de futebol do Verdão, Jean-Paul Prates disse que a culpa por tudo isso não é da Federação, que “tem sido grande parceria do Alecrim e dos clubes do RN”. Segundo o dirigente, a responsabilidade é exclusivamente do próprio clube.

“Certamente haverá mudanças radicais em função disso. É imperdoável não termos conseguido ter nosso Ninho liberado para um jogo desta importância. Tínhamos várias iniciativas programadas para ele. Infelizmente, o laudo do Corpo de Bombeiros não foi renovado – apesar de ter sido outorgado em anos anteriores com condições iguais ou piores que as atuais. Enfim, como disse, é uma discussão interna que terá consequências nos próximos 10 dias. Entrementes, é concentrar-se no trabalho de preparação física e técnica para o clássico centenário. E vencer! Porque podemos”, disse Jean-Paul.

A motivação para o problema, como todos podem perceber, não ficou clara nas palavras do dirigente. O que se espera é que o problema seja resolvido o quanto antes e que o Verdão não acabe sendo prejudicado pela ausência do seu campo no duelo do sábado. Vamos torcer.


Confira vídeo com desfile da Imperatriz Alecrinense em homenagem ao Alecrim

Em por Danilo Sá
Atualizado em 17 de fevereiro às 22:28



Alecrim será homenageado por escola de samba no Carnaval de Natal

Em por Danilo Sá
Atualizado em 14 de fevereiro às 09:22


imperatrizO Carnaval de Natal, que começa neste sábado (14), também contará com a presença do Alecrim, mas não será dentro de campo e sim na Avenida. O centenário do Verdão é o tema da escola de samba Imperatriz Alecrinense, que mais uma vez disputa o título do Carnaval potiguar.

A escola desfilará na Avenida Duque de Caxias, na Ribeira, na próxima segunda-feira (16) a partir das 23 horas. O enredo intitulado “Cem anos do Verde e Branco, o mais valioso tesouro do meu rico Alecrim”, contará a história do clube que nasceu recebendo o nome do então bairro mais popular de Natal, assim como apresentará as riquezas do local, considerado até hoje o maior centro comercial do Estado.

Confira abaixo o samba enredo da Imperatriz Alecrinense:

Tema: Cem anos do meu verdão, o mais valioso tesouro do meu rico Alecrim

Tem tem tem

Tem cheirinho de Alecrim

Tá tá tá Imperatriz vai sambar

A bola vai rolas na avenida

E o periquito vai cantar

Tem tem tem

Tem cheirinho de Alecrim

Tá tá tá Imperatriz vai sambar

Na arquibancada da alegria

E a bateria vai vibrar

Mil novecentos e quinze Alecrim Futebol Clube nasceu

Ganha o nome do bairro querido que então lhe concedeu

Com seu verde esperança Alecrim traz o seu brilho

E teve como goleiro o presidente café Filho

Com seus amigos e seu idealismo

Combateu o analfabetismo

Negros e índios na terra do sol

Se transformaram em craques do futebol

Na ponta da chuteira muito amor

É o verde e branco vingador

Vamos lá na feira do Alecrim

Vou COMPRAR pra você e pra mim

Lá tem fruta, tem verdura

Tem legumes, tem de tudo

Tem até uma cachaça pra tomar

Lá tem fruta, tem verdura

Tem legumes, tem de tudo

Tem até uma cachaça pra tomar (E a guerra)

Segunda guerra mundial

Os americanos então chegarão

Deixaram sua influência, sua cultura

E se juntaram á Base Naval

Bom era ir ao largo do relógio

Só pra ver o bonde passar

Rezar por padroeiro do alecrim

São Pedro vem abençoar

Primeiras escolas de samba da minha Natal e do Alecrim

Diz a história que um dia aconteceu assim

Tinha Asa Branca, Portela do Potengi

Aí vem a Marinha, Mangueira do Samba

Império do Salgueiro e pra ser feliz

Tem a Escola Imperatriz (e o carnaval)

Um carnaval enfeitado

Com seus belos blocos alegria comum

Os guaranis que chegavam com o guerreiro bumbum

A emoção toma a alma vem colorir a ilusão

E a alegria do eterno rei Momo Severino Galvão


Alecrim vence Potiguar de Mossoró

Em por Danilo Sá
Atualizado em 14 de fevereiro às 09:06


Após ser goleado impiedosamente pelo Globo na segunda rodada, quando perdeu por 3 a 0, o Alecrim voltou a campo nesta sexta-feira (13) e derrotou o Potiguar de Mossoró por 1 a 0, gol de Quirino. O jogo foi disputado no estádio Edgarzão, em Assu.

Neste momento o Verdão  é  o quarto colocado com seis pontos, enquanto o Potiguar caiu para a  sétima colocação.

As equipes só retornam a campo após o carnaval, pela quarta rodada do estadual. O Alecrim volta a jogar no Ninho do Periquito, sua casa, em clássico contra o ABC. O jogo está marcado para o dia 21, às 16h. O Potiguar recebe o Palmeira no Nogueirão, em Mossoró, no dia 22, às 17h.


Sem time titular, Alecrim consegue vencer Corintians na estreia

Em por Danilo Sá
Atualizado em 3 de fevereiro às 21:52


Por dificuldades de inscrição de jogadores no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o Alecrim foi a campo na estreia do Campeonato Potiguar 2015, neste domingo (1º), com uma média de idade beirando os 20 anos. Apesar dos improvisos, a equipe venceu o Corintians de Caicó por 2 a 1, de virada, jogando no Iberezão, em Santa Cruz, com gols de Felipe Moreira.

Em pré-temporada há pouco mais de um mês, apenas na sexta-feira (30) o técnico Anthoni Santoro soube que não poderia contar com a equipe que vem trabalhando e teria apenas dez atletas à disposição, mesmo considerando a entrada de Vanderval, remanescente dos juniores, e do zagueiro Geílson, que mantém contrato com o clube, mas vinha treinando por conta própria. Para fechar os 11 titulares e ter opções pro banco, o clube precisou recorrer ao sub-17, que cedeu cinco atletas.

– Entre os profissionais, precisei fazer diversos improvisos para escalar o time e tive apenas um treino pra observar os jogadores do sub-17 e escolher um titular. Antes do jogo, fiz uma preleção bem didática, demorei até bastante, coisa que não gosto. Falei pra eles que iria narrar o jogo, o que é algo que não costumo fazer, mas que precisava para orientar diversas situações para um time formado na véspera – explicou Anthoni, “o milagreiro”.

Se não bastassem as dificuldades pra escalar o time, ainda no início do jogo, o Alecrim perdeu o lateral-direito John Elvis com um corte no rosto após choque com um adversário. O atleta, um dos integrante do sub-17, que fazia sua estreia pelos profissionais, precisou levar cinco ponto no ferimento próximo ao olho.

– Começamos o jogo bem, mas, logo aos 10 minutos, o John Elvis sofreu um corte no rosto e teve que sair. Tive que fazer mais um improviso, colocando o lateral-esquerdo Arthur, outro do sub-17, e passando o Valderval, que é meia e estava improvisado na esquerda pra lateral-direita. Fiquei com dois laterais canhotos – disse.

Apesar dos problemas, o Alecrim estava bem na partida e, mesmo sofrendo um gol de Bodinho, ainda aos 12, continuou melhor no jogo e conseguiu a virada, com dois gols de Felipe Moreira, aos 20 e 25 minutos. Veio a segunda etapa e a certeza de mais dificuldades, com atletas já cansados e jogando, agora, contra o vento.

– Tentei segurar os titulares até onde desse, mas sabia que ia precisar fazer mudanças. O Douglas (atacante) sentiu o posterior e tive que entrar com o Anderson Thiago e aos 40, fiz uma mudança até engraçada. Saiu o Quirino, com 36 anos pra entrar o Judson, de 16, no ataque. Ou seja, 20 anos de diferença entre um atleta e outro. Acabei com três juvenis em campo, mais um da categoria de juniores, fora os quatro que eram do sub-20 até a temporada passada e subiram. No banco, apenas dois jogadores. Foi uma verdadeira saga. Agora, pro segundo jogo, já espero contar com a equipe completa.

Convocados e integrados ao profissional de surpresa, a saga dos cinco atletas do sub-17 não acabou. Mesmo com a inscrição e retorno dos jogadores que não tiveram condições para a estreia, os “meninos do Alecrim” seguirão treinando entre os profissionais e podem voltar a ter outras chances.

– Vou mantê-los treinando no grupo e observá-los. São merecedores por tudo aquilo que mostraram e precisam ser valorizados. Assim é o futebol: dorme-se de um jeito e acorda-se de outro. Em um segundo, a vida pode mudar – garantiu o treinador.

Para Felipe Moreira, autor dos dois gols da partida, apesar de todos os problemas antes e durante o jogo, o importante foi o resultado positivo, que não prejudicou a equipe logo no início da competição. O artilheiro foi outro que elogiou a postura e atuação dos “novatos”.

– Mesmo diante de toda dificuldade, conseguimos o que mais queríamos que era o resultado positivo, que nos deixou bem nesse início. Os garotos da base entraram decididos a dar o máximo e ajudaram bastante. Agora, é trabalha forte que subimos só um degrau na competição – finalizou.

O Alecrim foi a campo com: Danilo; John Elvis (Arthur), Geílson, Diógenys e Vanderval; Arez, Rodrigo da Lua, Dieguinho e Felipe Moreira; Douglas (Anderson Thiago) e Quirino (Judson). Técnico: Anthoni Santoro.

 

Fonte: Site Alecrim


Alecrim abre temporada neste domingo contra o Corintians

Em por Danilo Sá
Atualizado em 31 de janeiro às 10:39


O Alecrim inicia a esperada temporada do centenário neste domingo (1º), pela rodada de abertura do Campeonato Potiguar 2015. O Verdão enfrentará o Corintians no estádio Iberezão, em Santa Cruz, a partir das 17 horas.

O Esmeraldino perdeu o mando de campo por decisão da Justiça Desportiva, como punição ao caso de racismo registrado na competição do ano passado.

Expectativa para o rendimento do time, que foi mal nos principais testes da pré-temporada. Boa sorte Verdão.


Há um alecrinense na Câmara dos Deputados

Em por Danilo Sá
Atualizado em 31 de janeiro às 10:21


Foto externa do Congresso Nacional22.11.03Foto Reynaldo StavaleO portal G1 publicou o resultado de uma longa pesquisa realizada com todos os deputados federais eleitos para a nova legislatura, que toma posse neste domingo (1º). Apenas 421 dos 513 responderam as perguntas, que envolviam vários temas polêmicos mas, também, algumas questões curiosas, como qual a religião do parlamentar e para qual time de futebol cada um deles torce.

A surpresa está exatamente neste último quesito. Na lista dos clubes potiguares aparecem dois abecedistas, um fã do Baraúnas e, acreditem, um alecrinense. Este blogueiro, orgulhoso, não conseguiu identificar qual integrante da bancada potiguar citou o Esmeraldino, mas está aberto a receber a boa notícia. Em tempo: segundo a tal pesquisa, não há nenhum torcedor do América-RN entre os novos eleitos para a Câmara dos Deputados.

Confira o link da pesquisa aqui: http://especiais.g1.globo.com/politica/2015/o-que-pensa-a-nova-camara/

 


Jean-Paul para elenco do Alecrim: “Quem não estiver a fim de jogar, tem que sair”

Em por Danilo Sá
Atualizado em 27 de janeiro às 10:35


jean-paul-pratesEntre as novidades anunciadas pela diretoria do Alecrim com o término da pré-temporada, a poucos dias do início do Campeonato Potiguar, está a implantação de bônus de desempenho e regularidade para os jogadores durante a temporada.

“É algo que eu imaginava implementar apenas ao longo do ano, mas acho que cabe iniciar desde já”, explica Jean-Paul Prates, diretor de futebol do Verdão. Outra novidade é a convocação do zagueiro Geílson, que ainda está sob contrato com o Alecrim mas jogou pelo Atlético Potengi nos amistosos teste da pré-temporada, e a negociação com o volante Reinaldo, com passagens no Palmeiras, Bragantino, América e ABC.

Ainda no sábado, após a goleada sofrida diante do Botafogo-PB, o diretor de futebol deu uma “chamada geral” no elenco quanto à importância desta temporada do centenário, ressaltando o esforço que o clube, seus parceiros, colaboradores e Conselho Deliberativo têm feito para propiciar condições de trabalho a todos, mesmo com limitações financeiras conhecidas.

Na segunda-feira (26) pela manhã, o grupo foi reunido mais uma vez e, antes de iniciar os trabalhos foi chamada a atenção de todos: “sabemos que algumas condições são difíceis, e estamos lutando para melhorar tudo, mas não podemos aceitar falta de profissionalismo e descompromisso. Quem não estiver a fim de jogar, tem que sair – seja quem for, de quem for, e com quem for”, disse Prates ao grupo.

O diretor de futebol também fez questão de dar voz e ouvir os próprios atletas. “Conversamos com a maioria deles individualmente, e em conjunto também. Ouvimos e captamos as insatisfações e também o ‘mea culpa’ de muitos. Entendemos que a ficha caiu para a maioria deles, e tivemos renovado o compromisso de adotar uma postura firme e dedicada por uma campanha bem sucedida, à altura do centenário do Alecrim”, arrematou Prates.


Presidente do Alecrim admite: “Detectamos falhas na composição do elenco”

Em por Danilo Sá
Atualizado em 27 de janeiro às 10:26


washington luisO presidente do Alecrim, Washington Luis Fernandes confirmou que as demissões anunciadas no elenco do clube também foram motivadas por questões técnicas dos atletas. Os cortes ocorreram dois dias depois do Verdão ser goleado por 6 a 0 pelo Botafogo-PB, em amistoso disputado no estádio Almeidão.

“Tivemos que efetivar cortes em prol não apenas da racionalização da nossa folha de pagamentos mas em função da observação técnica, tática, física e psicológica de alguns atletas testados”, comentou o Presidente do Alecrim, Washington Luis Fernandes. “Detectamos, felizmente a tempo, algumas falhas na nossa logística de apoio e na composição do nosso elenco – e estamos trabalhando em ambas as frentes”, esclarece.

“Todas as medidas relativas ao aspecto técnico foram discutidas comigo e com a minha comissão técnica. Temos perfeita consciência, por exemplo, do risco que corremos contra um time bem mais preparado, quando aceitamos ir a João Pessoa jogar contra o Botafogo/PB. Não creio sinceramente que aquele resultado negativo reflita a qualidade técnica do elenco reunido, mas certamente mostrou que há pontos de apatia e desintegração a solucionar”, avalia o treinador Anthoni Santoro.