Ministério do Turismo lança programa de qualificação internacional

Em por Alexandre Texeira
Atualizado em 11 de janeiro às 11:40


O Ministério do Turismo lançou o Programa de Qualificação Internacional em Turismo e Hospitalidade, para estudantes da área que desejam complementar sua formação acadêmica.

O programa prevê o envio, em 2018, de 120 alunos de cursos técnicos e de graduação de instituições públicas para até três meses de treinamento no Reino Unido. A proposta é oferecer conhecimento em outro idioma sobre técnicas em turismo e hospitalidade. A seleção será realizada no primeiro semestre deste ano.

Além disso, a iniciativa visa promover a cooperação internacional na área, bem como contribuir para o aumento da competitividade do trade turístico brasileiro.

A parceria entre os dois países foi definida há dois meses, durante a World Travel Market (WTM), uma das maiores feiras de Turismo do mundo, em Londres.

O Ministério investirá R$ 5 milhões no programa. Os recursos serão repassados a entidades da administração pública, que firmarão convênio com a pasta, por meio de Termo de Execução Descentralizada.

A bolsa arcará com a matrícula na universidade, além de cobrir gastos com hospedagem, alimentação, auxílio-deslocamento, seguro saúde e ajuda de custo mensal.

Seleção

O estudante interessado em participar do programa deve ser brasileiro e residir no País no momento da candidatura; estar matriculado em curso de bacharelado, licenciatura, e/ou tecnólogo em Turismo e/ou Hospitalidade; ter completado de 20% a 80% do currículo previsto do seu curso.

É necessário também ter obtido nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 600 pontos, a partir de 2009; apresentar perfil de aluno de excelência, baseado no bom desempenho acadêmico, segundo parâmetros da Instituição de Ensino Superior (IES) e; comprovar proficiência mínima em língua inglesa.

A grade disciplinar será a mesma para todos os estudantes, mesmo os que estejam em diferentes instituições da Associação de Colleges, como são chamadas as faculdades no Reino Unido.

 

 


Comentários

Deixar uma Resposta