Natal receberá debate sobre unificação das polícias civil e militar

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 29 de abril às 12:47


Integrante titular da Comissão Especial Destinada a estudar e Apresentar Propostas de Unificação das Polícias Civis e Militares, o deputado federal Rafael Motta (PSB) solicitou à presidência da Comissão a realização de uma audiência pública em Natal para debater a unificação dos setores de segurança pública do Brasil.

“Vamos ouvir diferentes entidades representativas da segurança pública para saber qual o melhor caminho para o setor. Vale ressaltar que é essencial a participação da sociedade e das autoridades do Poder Judiciário, pois esse é um tema que está em ascensão nas rodas de discussões da sociedade, principalmente do Rio Grande do Norte”, explicou Rafael Motta.

Para a audiência, foram convidados a secretária Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte, Kalina Leite; o delegado-geral da Polícia Civil, Stênio Pimentel, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dancleiton Pereira; além do superintendente da Polícia Federal no RN, Wellington Silva; e os presidentes da Associação dos Defensores Públicos (ADPERN), Igor Melo Araújo, da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (ADEPOL), Ana Claudia Saraiva Gomes, e do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), Eric Seba de Castro.


Kalina Leite não entregou o cargo e segue no comando da segurança pública

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 29 de abril às 12:28


image

Ao contrário do que tem sido divulgado por alguns jornais, a titular da secretaria de segurança pública, a delegada Kalina Leite não pediu desligamento da pasta e nem entregou qualquer carta de exoneração ao governador Robinson Faria. Apesar do desgaste na segurança pública, Kalina seguirá comandando a pasta.

A mudança da titular não está entre as prioridades do governador Robinson Faria pelo que apurei.

Hoje o governo confirmou a mudança de dois titulares. Na saúde assume a médica Eulália de Albuquerque Alves e a pasta da educação será comandanda pela educadora Claudia Santa Rosa. Duas escolhas pessoais do governador Robinson Faria com base em critérios estritamente técnicos.

 

 


MPRN, DER e STTU decidem prorrogar validade da carteira de estudante 2015

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 29 de abril às 12:06


As carteiras de estudante 2015 terão sua validade prorrogada até o dia 31 de maio de 2016. A decisão aconteceu após reunião do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

A problemática causada pela entrada em vigor da lei que trata da meia entrada foi um dos fatores para essa prorrogação. Com isso, esta decisão foi aprovada para que não sejam prejudicados estudantes e usuários do serviço de transporte público.

Diante desta decisão, as entidades estudantis terão que se adequar. Neste período de prorrogação, elas necessitarão demonstrar junto à 59ª Promotoria de Defesa do Consumidor o cumprimento das exigências estabelecidas pelo regulamento de lei.
Vale ressaltar que as entidades que comprovarem sua adequação dentro do prazo estabelecido terão suas carteiras consideradas inválidas.

image


Governo do RN apresenta mapa de desenvolvimento estratégico

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 29 de abril às 11:57


O Governo do Estado apresenta dia 11 de maio à sociedade o Mapa Estratégico do Rio Grande do Norte. O evento acontece a partir das 9h, na Escola de Governo, com a presença do governador Robinson Faria e de todos os secretários de Estado. Na ocasião, o chefe do Executivo assina os primeiros contratos de gestão do projeto Governança Inovadora. As primeiras pastas com projetos contratados serão Infraestrutura (SIN), Turismo (SETUR) e Planejamento e Finanças (SEPLAN).

O Governança Inovadora é o maior projeto de modernização da gestão pública já realizado no Rio Grande do Norte. Coordenado pela SEPLAN, a iniciativa conta com o apoio e consultoria do Instituto Publix. O Governança Inovadora é financiado com recursos do tesouro estadual por meio de financiamento do Banco Mundial/RN Sustentável.


(Foto) Relacionamento semi-aberto

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 28 de abril às 20:34


 

image

Já ouvi falar de relacionamento sério, relacionamento aberto… Mas quem já viu um relacionamento semi-aberto???


Novo recurso do Tinder possibilita descobrir quais amigos do facebook usam o app

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 28 de abril às 15:09


image

O Tinder criou um novo recurso com o objetivo de permitir “matches” entre grupos de pessoas mas que acabou servindo a outro propósito: mostrar quais amigos do Facebook estão usando a rede de relacionamentos.

Anunciado nesta terça-feira (26), o Tinder Social já está em fase de testes na Austrália. A ferramenta permite organizar grupos de usuários para selecionar outros grupos para iniciar uma conversa. Ou seja, nessa modalidade, os “matches” (aquela escolha mútua) ocorrem entre grupos e não mais entre indivíduos.

Não é preciso nem fuçar muito para descobrir isso: ao selecionar a opção para criar um grupo, o Tinder exibe a lista de todos os contatos no Facebook que estão por lá. A possibilidade foi constatada pelo grupo de australianos que testa o recurso.
Ainda restrita à Austrália, a ferramenta pode chegar ao resto do mundo. “Enquanto isso é apenas um teste agora, nós procuramos lançar globalmente em breve”, informa o Tinder.


Entidades estudantis criticam validação da carteira de estudante 2016 pelo DER

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 28 de abril às 12:17


O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que havia publicado recente edital com o objetivo de moralizar a emissão de carteiras estudantis no Rio Grande do Norte, recuou e decidiu liberar todas as entidades a atuar na confecção do documento. Com isso, os estudantes estão nas mãos das instituições que funcionam de forma irregular no Estado, situação semelhante a praticada pela Prefeitura de Natal.

Pressionado pelas instituições que ainda não estavam com suas situações regularizadas e também pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn), parceiro financiador da UNE e da UBES no RN, o DER acabou cedendo nesta terça-feira (26). O Diário Oficial do Estado trouxe portaria concedendo validade provisória a todas as carteiras já emitidas por entidades de classe em 2016.

Como o próprio DER informa por meio do site oficial do Governo do Estado, a medida foi tomada, após reunião do seu diretor geral, Ernesto Fraxe, com representantes da União Estadual dos Estudantes (UEE), União dos Estudantes Potiguares (UEP) e União Nacional dos Estudantes (UNE), ocorrida nesta segunda-feira (25).

A ação praticada pelo Governo do Estado é uma repetição do que faz a Prefeitura de Natal, autorizando instituições ilegais a emitir a carteira estudantil. O fato, inclusive, já foi denunciado ao Ministério Público de Defesa do Consumidor e está sob investigação. Recentemente, o próprio MP comunicou a todas as entidades estudantis que nenhum documento estaria de acordo com o que estabelece a legislação federal.

Entre as carteiras que não estão dentro da lei, conforme informou o MP, estaria exatamente a emitida pela UNE e UBES em parceria com o Seturn, em Natal. A partir daí, o MPRN solicitou esclarecimentos à Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), e questionou recente decreto assinado pelo prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), em que limita a emissão do documento apenas as duas entidades citadas, ao contrário do que determina recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

A mais alta corte do país garantiu aos estudantes o direito de escolha e de liberdade, permitindo que outras entidades estudantis também possam emitir a carteira.


Descubra a popularidade do seu nome através de nova ferramenta do IBGE

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 28 de abril às 09:46


Um dia eu me perguntei: quantas pessoas no Brasil têm o mesmo nome que o meu? Uma resposta impossível de saber. Mas o que parecia complicado agora é totalmente possível por meio de uma ferramenta online do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – chamada “Nomes no Brasil”.

A plataforma, criada a partir do Censo de 2010, com o levantamento dos dados de 200 milhões de brasileiros, totaliza 130 mil nomes diferentes. Como já era de se esperar, o nome masculino mais comum é José (com mais de 5,7 milhões de registros) e o feminino é Maria (com mais de 11,5 milhões).

No banco de dados, os nomes foram contabilizados independentemente da grafia. Desta forma, os nomes Ana e Anna aparecem na mesma lista, bem como nomes acentuados e não acentuados são interpretados como o mesmo (por exemplo, Antonio e Antônio).

Nomes no Brasil

O interessante da plataforma é que além de mostrar a quantidade de pessoas que partilham do mesmo nome, o usuário pode verificar o nível de popularidade e a quantidade de pessoas que foram registradas com o mesmo nome ao longo das décadas – e em estados diferentes do país – por meio de um gráfico.

Confira o seu aqui .

image


Ainda é incerto o futuro de Henrique Alves no governo Temer

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 28 de abril às 08:40


Segue sem definição o futuro do ex-ministro Henrique Eduardo Alves no governo Temer. Alves é próximo do vice-presidente. Ele deixou a pasta do Turismo na véspera de o PMDB anunciar seu desembarque do governo Dilma num gesto de lealdade que deverá ser reconhecido de alguma forma. Porém as implicações dele na investigação da operação Lava-jato são uma incógnita até o momento. Ontem círculou a informação de que Henrique Alves poderia voltar para o Ministério do Turismo que seria turbinado com as atribuições do Ministério do Esporte. Nada confirmado ainda.

Assim como Alves, Temer também precisa resolver outras pendências importantes sobre sua equipe ministerial. Onde encaixará o senador José Serra (PSDB-SP) é uma delas. Sua participação no ministério é dada como certa, mas ainda não foi definida em qual posto.

Outro nome bastante cotado, mas também ainda sem lugar definido, é o do ex-ministro Moreira Franco, que ocupou a Secretaria da Aviação Civil no governo Dilma. Hoje presidente da Fundação Ulysses Guimarães, do PMDB, Moreira Franco é um dos aliados mais próximos de Temer.


Vingança: Dilma vai deixar o caixa do governo zerado para Temer

Em por Eugênio Bezerra
Atualizado em 28 de abril às 07:48


Após ser informada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, de que não há mais nada que possa fazer para impedir seu afastamento, a presidente Dilma resolveu adotar uma série de medidas visando minar o poder de atuação de seu sucessor, Michel Temer.

A estratégia de vingança consiste em esvaziar o caixa do governo, liberando todos os recursos previstos no orçamento, que deveriam ser repassados aos seus destinos ao longo de todo o ano. A primeira iniciativa neste sentido já foi inclusive anunciada.

Com a desculpa de que o sucessor da presidente possa conter repasses para a Polícia Federal visando dificultar as investigações da Operação Lava Jato, O ministro da Justiça, Eugênio Aragão, anunciou nesta terça-feira, 26, que vai liberar todos os recursos previstos para a PF.

Segundo o ministro, a medida tem por objetivo proteger instituição “de eventuais chantagens políticas” por parte do novo governo.

“Nós estamos garantindo que todos os recursos da Polícia Federal para até o final do ano lhe sejam já repassados antes do dia 11 de maio. E o que significa isso? Que a Polícia Federal não ficará a mercê de eventuais chantagens políticas”, justificou Aragão, contrariando a postura do governo nos últimos anos, que fez de tudo para tentar deter a Lava Jato.

De acordo com a previsão da lei orçamentária deste ano, A PF deveria receber esta ano R$ 160 milhões. Aragão prometeu liberar os recursos antes do dia 11 de maio, a data prevista para a votação do impeachment de Dilma no Senado.